QUARTA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2019    
  PT-BR
   

Alagamentos e vazamentos incomodam comerciantes do Dona Clara

Publicado em 09/10/2019

Acúmulo de lixo, mau cheiro e risco de dengue. Esses são só alguns dos problemas que os comerciantes das ruas Bolivar Mineiro e Leopoldina Cardoso, no bairro Dona Clara, enfrentam diariamente. Alagamentos e vazamentos de esgoto fazem parte da realidade dos moradores há mais de 20 anos, e a situação, cada vez mais, dificulta o comércio local. “Desde que a loja veio para cá, eu nunca vi este local sem vazamento”, disse Sônia Lacerda, da loja GH Estofados.

A origem da água é desconhecida, e a rua não possui locais adequados para o escoamento, o que gera desconforto para os comerciantes. “Essa poça incomoda muito, tendo em vista que trabalhamos no ramo da alimentação, e o cheiro invade o interior da loja”, afirma o gerente da Panificadora Dona Clara, Vander Gomes.

A água acumulada nessas ruas escorre para a Avenida Sebastião de Brito, que só possui uma boca-de-lobo, o que não é suficiente para receber o volume diário, e a situação fica ainda pior nos dias de chuva. A Prefeitura e a Copasa são responsáveis por realizar a limpeza, a vistoria e a manutenção, mas os moradores nunca conseguiram uma resposta das instituições. “Ligamos para a Prefeitura e lá eles falam que é a Companhia de Saneamento a responsável; liga para a Copasa, para eles, a responsável é a Prefeitura. Então, ninguém resolve, e nós ficamos prejudicados”, afirmou Ingrid Lopes, da loja Essencial Moda Intima, que trabalha na região há quatro anos e sempre teve que lidar com os alagamentos.

Lixo

Além da água acumulada, existe outro problema: o lixo. A limpeza das ruas só é feita a cada 15 dias, o que é pouco para a demanda local. O lixo tem sido uma das causas para o entupimento dos bueiros, o que contribui para os alagamentos e vazamentos. No verão é ainda pior, tendo em vista que o cheiro fica mais forte e traz muitos insetos.

De acordo com a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, por meio da Assessoria de Imprensa da Regional Pampulha, a Companhia de Saneamento é a responsável pela situação. Segundo nota da Copasa para o jornal Jaraguá em Foco, a reparação foi feita no dia 25 de setembro. A empresa também alegou que faz, constantemente, o monitoramento das redes e, quando necessário, realiza a limpeza. Dessa forma, acompanharemos o caso juntamente com os moradores, para que a situação seja resolvida em definitivo.

A quem recorrer?

Quando a Prefeitura estiver realizando obras que causem ou podem causar alagamentos e vazamentos, o cidadão deve ligar para a Central de Atendimento Telefônico da Prefeitura (156) ou acessar a aba Serviços no site da Prefeitura. Se for outro problema, o morador pode ligar para a Central de Atendimento (115) e solicitar o serviço pelo site ou por meio do aplicativo para celular.

REDES SOCIAIS

NOSSAS PUBLICAÇÕES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Receba os últimos artigos e notícias sobre turismo diretamente em seu e-mail:

Rua Orozimbo Nonato, 595 - Dona Clara | BH/MG   
(31) 2552-2525 / 3441-2725 / 99998-8686
desenvolvido por SITEFOX