SEGUNDA-FEIRA, 11 DE DEZEMBRO DE 2017    
  PT-BR
   

Comerciantes da Pampulha traçam metas para as vendas de fim de ano

Publicado em 29/11/2017

Caminhar pelas ruas da região onde você mora, cumprimentar os vizinhos e comprar tudo aquilo de que precisa. Essa cena é típica de quem frequenta e valoriza o comércio de bairro. E pensando no bem-estar dos moradores, o comércio de rua da região da Pampulha diversificou-se significativamente nos últimos anos e tornou-se uma ótima opção para compras devido à praticidade e à rapidez. Lojas de roupas, calçados, cosméticos e utilidades domésticas multiplicaram-se e formaram núcleos importantíssimos na região. E, mesmo em um cenário muitas vezes desfavorável, devido à crise econômica que se tornou pauta constante em rodas de conversas e na mídia, os lojistas da região se mantêm fortes e com boas expectativas para a melhor época do ano para o seu negócio: o Natal.

Para driblar a crise, muitos comerciantes foram em busca de alternativas para melhor atender seus clientes e, assim, alcançar um público maior. O Jornal Jaraguá em Foco ouviu alguns deles, que relataram as novas ações adotadas para que seja possível passar um final de ano com boas perspectivas de vendas e, assim, retomar os bons índices de crescimento de outros anos.

Benefícios e estratégias

Com a chegada do fim de ano é natural que as pessoas já comecem a se programar para as compras de Natal. Segundo dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), há uma estimativa que mostra que as vendas do comércio varejista cresceram 0,5% em setembro na comparação com o mês anterior. Em relação a setembro de 2016, a alta foi de 6,4%. O acumulado deste ano foi de 1,3%. Para a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), os dados confirmam as boas expectativas sobre o comportamento das vendas neste fim de ano. A CNC espera que o varejo movimente R$ 34,7 bilhões.

Os comerciantes apostam em variados produtos que possam atingir diferentes públicos. Dentre as estratégias estão a busca por novos fornecedores, a criação de promoções e a diversificação nos itens oferecidos. A proprietária da loja Delux, Cleyde Almeida Lage Duarte, ressalta que para esta época do ano procurou produtos diferenciados para melhor atender seus clientes. “Fomos em busca de produtos mais acessíveis e que possam atender desde o cliente que quer presentear com uma lembrancinha para amigo oculto até o que precisa de um vestido de festa, ou algo com maior custo-benefício. Queremos que encontrem um produto bacana, com preço legal e que possam presentear a todos”.

O cuidado ao pensar no cliente e buscar atender da melhor forma mostra como o comércio da região está focado em eficiência. Planejando a melhor forma de receber os moradores da região, a proprietária da loja Essencial Moda Íntima, Carla Renata Alves, mais uma vez foi atrás de ações para se diferenciar. “A nossa perspectiva é de um Natal melhor do que os dos últimos anos. Pensando no bem-estar de todos, contamos com um mix variado de produtos. A nossa loja oferece também aos clientes promoções de vale-compras e brindes”, conta.

Crescimento e fortalecimento

Há alguns anos existe uma disputa entre o comércio local e os grandes centros urbanos e shoppings. Porém, há de se destacar o desenvolvimento das lojas da região, que disponibilizam uma diversidade de produtos, atendimento diferenciado e ótimos preços. Para Francelini Brant, proprietária da unidade Jaraguá da Cacau Show, o comércio da região nos últimos anos tornou-se completo e variado. “Nas lojas da Cacau Show dos bairros podemos oferecer um atendimento mais personalizado, sem as imensas filas que se formam nas lojas dos grandes shoppings de Belo Horizonte. O principal benefício do comércio de bairro é a possibilidade de o cliente realizar as suas compras próximo de casa sem perda de tempo e deslocamentos curtos e até sem custos de estacionamento”, ressalta.

Opinião semelhante tem a proprietária da Guaxinim Moda Infantil, Tercia Cristina Tavares. Ela destaca o atendimento personalizado dos comércios de bairro e a facilidade de estacionamento como pontos principais para o momento das compras. “Temos um atendimento personalizado para os nossos clientes, diretamente com os proprietários, além do diferencial nas embalagens. Por mais simples que seja o presente, uma embalagem faz toda a diferença”. A proprietária ainda se diz confiante para o Natal deste ano. “O comércio está tendo uma reação. Este mês de novembro está sendo melhor que o do ano passado. Nosso site já está planejado para as vendas virtuais e também a nossa loja física. A estimativa é de um dezembro muito melhor”, finaliza.

É importante observar e destacar a mobilização do comércio nesta época e como as vendas poderiam alcançar melhores resultados se os lojistas locais mobilizassem-se em prol de ações conjuntas. Como por exemplo, iniciativas para captação de novos clientes, fidelização desses compradores com bom atendimento, bons produtos e preços acessíveis para todos.

Para o bom resultado de uma ação é importante que os moradores valorizem os comércios de suas regiões e busquem conhecer de fato o que é oferecido, pois muitas vezes as opções são melhores que de grandes centros comerciais. E há mais vantagens: a possibilidade de negociar preços e prazos diretamente com o proprietário e a proximidade de casa. No mais, boas compras e um ótimo Natal para todos!

REDES SOCIAIS

NOSSAS PUBLICAÇÕES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Receba os últimos artigos e notícias sobre turismo diretamente em seu e-mail:

Rua Conselheiro Galvão, 68 - Jaraguá | BH/MG   
(31) 2552-2525/3441-2725/99998-8686
desenvolvido por SITEFOX