SEGUNDA-FEIRA, 11 DE DEZEMBRO DE 2017    
  PT-BR
   

Dicas práticas de primeiros socorros em crianças

Publicado em 19/12/2016

As crianças não têm maturidade nem capacidade de autodefesa, portanto, necessitam de ajuda e cuidados especiais em diferentes tipos de situações, sejam elas emergenciais ou não. Em situações de pânico, em que elas precisam de auxílio, o essencial é manter a calma e tentar tranquilizá-las. Por isso, é fundamental seguir os passos corretos para lidar com os mais diversos incidentes.

 

O QUE FAZER EM CASO DE:

Cortes, arranhões e perfuração: o primordial é estancar o sangramento e desinfetar o ferimento. Cortes com mais de 1 cm de profundidade necessitam de um atendimento especializado para serem dados os pontos. Em caso de formigamento ou dormência do ferimento, é indispensável procurar imediatamente um centro de saúde.

Intoxicações: o primeiro passo é fazer a criança tomar vários litros de água ou leite. Na ingestão de produtos químicos, como remédios e produtos de limpeza, não faça a criança regurgitar. Leve-a a um hospital com urgência.

Sangramento no nariz: quando isso ocorrer, sentese e incline a criança para frente, pressionando firmemente as narinas por 10 minutos. A pressão permite que o sangue coagule, selando os vasos que foram danificados. Não assoe o nariz após o procedimento. Caso o sangramento continue por mais de 20 minutos procure um centro médico. Atenção! Quando o nariz sangra depois de uma contusão na cabeça, pode ser um indício de fratura do crânio.

Pequenas queimaduras e escaldamentos: podem ser tratados em casa, desde que atinjam uma camada superficial e restrita da pele. Resfrie com água corrente a área atingida. Não coloque cremes, óleos ou pomadas sobre a queimadura.

Engasgos: os primeiros socorros são diferenciados em três faixas etárias:

Criança com menos de 1 ano: deite-a de bruços em seu antebraço, segurando-a pelo peito e mantendo a cabeça mais baixa do que o corpo. Com a palma da mão, dê várias pancadas firmes nas costas do bebê.

Criança entre 1 e 9 anos: sente-se e deite-a de bru- ços em seu colo. Usando a palma da mão, dê pancadas secas nas costas da criança, tomando cuidado com a força usada.

Criança maior de 9 anos: coloque seus braços ao redor da criança em pé, de costas para você, pressionando sua mão fechada contra a cintura dela. Com a outra mão, empurre com força sua mão fechada para dentro e para cima do tórax.

REDES SOCIAIS

NOSSAS PUBLICAÇÕES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Receba os últimos artigos e notícias sobre turismo diretamente em seu e-mail:

Rua Conselheiro Galvão, 68 - Jaraguá | BH/MG   
(31) 2552-2525/3441-2725/99998-8686
desenvolvido por SITEFOX