DOMINGO, 23 DE SETEMBRO DE 2018    
  PT-BR
   

Igrejinha da Pampulha ficará fechada para restauração

Publicado em 13/06/2018

A Igreja São Francisco de Assis, popularmente conhecida como Igrejinha da Pampulha, passará por obras de restauração que deverão durar cerca de um ano. A ordem de serviço foi assinada no dia 11 de junho e, a partir dessa data, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) terá 30 dias para começar as obras. O templo já está fechado para celebrações desde novembro de 2017.

Os reparos serão feitos pela própria prefeitura, com recursos de cerca de R$ 1 milhão do Governo Federal, por meio do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), advindos do programa PAC Cidades Históricas. As obras fazem parte do acordo com a Unesco para restauração do Conjunto Moderno da Pampulha após a sua nomeação como Patrimônio Cultural da Humanidade.

O secretário municipal de cultura, Juca Ferreira, lembrou que a igreja já havia passado por reformas entre 2004 e 2005. No entanto, infiltrações voltaram a causar estragos no imóvel pouco tempo depois. Tanto a parte externa quanto a parte interna, que está bem deteriorada devido à ação do tempo, vão passar por reformas.

Além disso, será realizada também a reforma geral da sacristia, (a restauração) da marquise de entrada, melhorias nos banheiros e revitalização do piso em mármore, das janelas, dos portões e das venezianas.

Como será a obra na Igreja?

Com enfoque estrutural, serão feitos serviços de revisão e tratamento das juntas de dilatação da cobertura, impermeabilização e substituição do forro da nave, afetada por infiltrações, além da limpeza da fachada e preservação das pastilhas e azulejos que compõem a Igreja. A sacristia, o piso de mármore, as pinturas, o painel de madeira, os vidros frontais e outros pontos da edificação também passarão por recuperação.

Após o fim das obras que visam à recuperação das estruturas físicas do prédio, também será realizada a dos jardins.

A Igreja permanecerá fechada para visitação e eventos durante todo o período das obras. De acordo com o presidente da Fundação Municipal de Cultura, Romulo Avelar, esse fechamento é importante para a manutenção do conjunto.

“A restauração é fundamental para a integridade de um dos bens mais emblemáticos do Conjunto Moderno da Pampulha. O fechamento da Igrejinha neste período é uma ação necessária para preservar a edificação”, pontua o presidente.

REDES SOCIAIS

NOSSAS PUBLICAÇÕES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Receba os últimos artigos e notícias sobre turismo diretamente em seu e-mail:

Rua Conselheiro Galvão, 68 - Jaraguá | BH/MG   
(31) 2552-2525/3441-2725/99998-8686
desenvolvido por SITEFOX