top of page
  • Foto do escritorEm Foco Mídia

Sua atitude faz a diferença: Doação de medula óssea


Pessoas portadoras de leucemia, anemias graves e imunodeficiências necessitam de um tratamento específico, muitas vezes com transplante de medula óssea. A chance de encontrar um doador compatível é, em média, de uma a cada 100 mil pessoas. Portanto, quanto mais voluntários, melhores as possibilidades que os pacientes em tratamento têm de conseguirem a cura. É possível se cadastrar como doador voluntário de medula óssea nos Hemocentros de cada estado do Brasil. O cadastro vai para o Registro de Doadores Voluntários de Medula Óssea e pode ser utilizado em todo o país. Diversas campanhas são realizadas com o objetivo de mostrar para a população que a doação pode ser apenas um incômodo passageiro para o doador, mas, para quem recebe, pode ser a diferença entre a vida e a morte. A doação de medula óssea é um verdadeiro gesto de solidariedade e de amor ao próximo. Faça seu cadastro e seja um doador de medula óssea!

  • A rejeição é rara no caso do transplante de medula;

  • Os riscos para o doador são somente referentes ao procedimento cirúrgico (se necessário);

  • Cabe ao doador de medula óssea manter seu cadastro atualizado sempre que possível;

  • Qualquer pessoa entre 18 e 55 anos com boa saúde pode ser doador;

  • Em caso de compatibilidade, o doador é então chamado para exames complementares.

Comments


bottom of page